O ROMANCE

Bela de Odessa
Editora dos Editores, Brasil, 2019

Uma história de amor que a Revolução Russa descarrilhou. Atravessando horrores e mares, uma jovem de Odessa chega ao Brasil. Mas seu amor perdido, ainda aportará?

A paixão talvez seja a personagem mais atuante na saga das famílias de Bela Sadowik e Mischka Sumbulovich. Manifesta-se ora como fervor por um ideal político, ora como amor intenso entre dois jovens que pareciam feitos um para o outro e se procuram e se perdem.

Ou, ainda, está presente na obsessão com que os personagens lutam, seja por justiça, seja pela sobrevivência e o direito à felicidade.

Essas manifestações desembocam na explosão definitiva que é a paixão pela vida. Ela inspira escolhas que condicionam destinos em meio ao caos da Revolução Russa. E se fortalece no tempo, por gerações, vindo nos surpreender com um desfecho inesperado nos dias atuais.


"Um romance histórico legítimo, com ritmo, com narrativa engajante, com uma reconstituição histórica impecável. Tocante em particular para aqueles que reconhecerão silhuetas, tons e fragrâncias de histórias familiares. Num mundo de imigrantes e instabilidades, um importante retrato de desencontros, que se multiplicam quando o mundo se torna irracional e imprevisível. "

Rabino Nilton Bonder,

autor de Alma Imoral

"É daquelas sagas que instigam ao mesmo tempo em que emocionam do começo ao fim. Uma trama envolvente, que cruza continentes e décadas, tendo como pano de fundo uma pesquisa histórica que nos transporta no tempo e no espaço. Torcemos pelos personagens, estejam eles em São Petersburgo, Istambul, Rio de Janeiro ou Nova Iorque!"

Luize Valente,

autora de Sonata em Auschwitz,
Uma Praça em Antuérpia O Segredo do Oratório

"Bela de Odessa conta uma saga dentro de uma saga, e estas como parte da grande saga dos judeus iniciada há milênios. Matrioshka histórico-literária que muda de face a cada instante, que substitui os mais íntimos e prosaicos sonhos juvenis pelo movimento de forças que superam a capacidade humana de contrapô-las.

Bela conta a adolescência de sonho, atropelada pela brutal violência dos fanatismos religiosos, ideológicos (serão diferentes?). Bela fala de amor e mudança. Bela evoca, através de um de seus ricos personagens, o duro teste de realidade que vai erodindo as certezas imutáveis.

Bela de Odessa, enfim, conta como o vento da História espalha e reúne a poeira humana ao longo das gerações. Uma leitura fascinante."

Mateus Kacowicz,
escritor